Notícias

14/02/2013

Resolução com regras foi lançada pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária

A saúde dos animais de estimação, para competição ou comercialização, ganha reforço com os novos critérios lançados pela Resolução nº 1.015, do Conselho Federal de Medicina Veterinária, para hospitais especializados. A partir de agora, normas mais rigorosas relacionadas à segurança, atendimento e estrutura entram em vigor no país.

As regras valem tanto para animais grandes como pequenos. Entre as determinações, estão limpeza do local de atendimento, esterilização do material, presença de monitor e aspirador cirúrgico nas salas de cirurgia, além de bombas de infusão e mesa com escoamento. Os equipamentos precisam ser modernos e as instalações adaptadas de acordo com o tamanho.

"O transporte de pacientes em situação de urgência também deve ser feito por veículos específicos, dotados de equipamentos para que possa ser prestado o atendimento já durante o transporte", explica o conselheiro do CFMV Marcello Rodrigues da Roza.

A veterinária Rita de Cássia Campell, de Planaltina (GO), explica que no hospital em que trabalha as novas normas já são respeitadas. A demanda por atendimento chega a 35 animais por semana.

"Veio em bom tempo [a resolução] para que haja uma maior exigência de todos os profissionais, para que cada vez mais a medicina veterinária seja vista como um serviço. Que haja exigências, qualidade, como na medicina humana", destaca Rita de Cássia.

A adequação para os hospitais tem prazo de seis meses, sob risco de punição. A fiscalização fica a cargo dos conselhos regionais.

"Pode haver penas para descumprimento, desde penas pecuniárias, como também, responsáveis técnicos podem ser responsabilizados eticamente pelo não cumprimento dessas resoluções", afirma Rodrigues da Roza.


Outras Notícias

Rua Corumbá, 4000 - Candeias
Jabotão dos Guararapes - PE | 54430-200

chzs@chszs.com.br
+55(81) 3469-3290 | 8737-5009

+55(81) 98802-5000

ZAITE Tecnologia